Mudanças na forma de trabalho e seus reflexos nos espaços físicos

29/08/2017 / Samira Bossa

Segundo dados da revista Forbes, só em 2014, os empreendimentos colaborativos movimentaram mais de 110 bilhões de dólares em todo o mundo.

Nesse cenário, a economia colaborativa promove mudanças nas empresas promovendo troca de serviços, produtos e conhecimentos.

O que vem demonstrando que o sistema hierárquico aplicado ao modelo de distribuição dos espaços físicos também não atende mais aos desejos e anseios desse novo comportamento psicossocial de compartilhamento de espaços.

É importante se atentar que para fidelizar um talento não basta apenas boa remuneração, é igualmente ou mais importante para a geração “millenium” e por que não incluirmos todos nós, sentirmos acolhidos, e confortáveis  no espaço de trabalho. Essa sensação de prazer só é atingida quando os cinco sentidos são trabalhados nos seres humanos proporcionando empatia e contagiando de forma positiva o seu entorno.

Temos, portanto, a combinação perfeita para a Inovação, Criatividade e Desejo de produzir resultados eficazes não mais pela imposição, mas pela ativação espontânea tornando as empresas exponenciais nas suas conquistas.

As mudanças requerem atitudes, comecem pelo espaço físico e vejam os resultados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *